Bem-vindo ao nosso site:

Atenção a mensagem da ONU.

Versão Zero - Marco Pós-2015 para a Redução do Risco de Desastres

Os co-presidentes da Comissão Preparatória para a Terceira Conferência Mundial da ONU sobre a Redução do Risco de Desastres lançaram na segunda-feira passada a versão zero do marco pós-2015 para a redução do risco de desastres. Este documento servirá de base para as negociações durante a segunda sessão do Comitê Preparatório, que será realizada em Genebra de 17 a 18 de novembro de 2014.

O texto integral (neste momento só em inglês) da versão zero do marco pós-2015 para a redução do risco de desastres está disponível seguindo o link abaixo

http://www.wcdrr.org/preparatory/post2015

Neste momento a Cidade de Guarujá, através da Defesa Civil está efetuando a autoavaliação proposta pelo Quadro de Ação de Hyogo, referente ao período de maio 2013 - out 2014 (segundo ciclo), da "Campanha Cidades Resilientes".

 

Guarujá tem quatro projetos pre selecionados para serem inclusos no PAC 2

portal.guaruja.sp.gov.br/2010/08/guaruja-tem-quatro-projetos-pre-selecionados-para-serem-inclusos-no-pac-2/

Webnode

 

Acesse o Mapa Interativo da Rede Observacional para Monitoramento de Risco de Desastres Naturais, na seção de previsão meteorológica. Maiores detalhes na seção projetos em andamento.


Cuidados com a saúde no verão :

  • BEBA MUITA ÁGUA, COMA MAIS FRUTAS E VEGETAIS, A DESIDRATAÇÃO É UM SÉRIO RISCO, PRINCIPALMENTE PARA CRIANÇAS E IDOSOS; 
  • EVITE OBJETOS QUE ACUMULEM, POEIRA, COMO TAPETES, CORTINAS E BICHOS DE PELUCIA; 
  • EVITE AR-CONDICIONADO, POIS RESSACA AINDA MAIS O AR
  • LIMPE OS OLHOS COM ALGODÃO E ÁGUA ESTERELIZADA PARA EVITAR IRRITAÇÕES E OUTROS PROBLEMAS OCULARES;
  • EVITE FAZER EXERCÍCIOS FÍSICOS QUANDO O AR ESTIVER MUITO SECO, PRINCIPALMENTE NO HORÁRIO DAS 11H ÁS 17H.

economize água:

  • FECHE A TORNEIRA ENQUANTO ESCOVA OS DENTES; 
  • EVITE BANHOS DEMORADOS E FECHE O CHUVEIRO ENQUANTO SE ENSABOA. CINCO MINUTOS SÃO SUFICIENTES PARA FICAR LIMPINHO E CHEIROSO; 
  • NÃO USE O VASO SANITÁRIO COMO LIXEIRA; 
  • SEMPRE LAVE O CARRO COM BALDE E ÁGUA;
  • EVITE USAR MANGUEIRA PARA RETIRAR O LIXO DA CALÇADA. UMA VASSOURA RESOLVE O PROBLEMA, ALÉM DE SER UM BOM EXERCÍCIO.

 

INCÊNDIOS E QUEIMADAS

  • EVITE JOGAR CIGARROS OU FÓSFOROS ACESOS ÀS MARGENS DAS RODOVIAS, ESPECIALMENTE DE CARROS EM MOVIMENTO; 
  • BALÕES PODEM PROVOCAR ACIDENTES AERONÁUTICOS, INCÊNDIOS FLORESTAIS E SÃO UM PERIGO PARA REFINARIAS E INDÚSTRIAS QUÍMICAS;
  • SOLTAR BALÕES É CRIME - LEI 9.605/98;
  • EVITE ACENDER FOGUEIRAS;
  • EVITE QUALQUER TIPO DE QUEIMADA; 
  • NÃO QUEIME O LIXO PRÓXIMO A REDE ELÉTRICA; 
  • NÃO FAÇA QUEIMADAS EM DIAS QUENTES, SECOS OU COM VENTOS FORTES;
  • INFORME IMEDIATAMENTE O CORPO DE BOMBEIROS ONDE HOUVER FUMAÇA, PARA O FOGO SER COMBATIDO.

 

FONTE DE PESQUISA - SABESP/ELETROPAULO/SEDEC/CEDEC

Notícias aos visitantes

 

ATIVIDADES RECENTES

 

A DEFESA CIVIL DE GUARUJÁ COMEMORA A SEMANA NACIONAL DE REDUÇÃO DE DESASTRES COM ATIVIDADE NO CRPI .

 

 

 

 

O objetivo do Dia Internacional para a Redução de Desastres, 13 de outubro, é ser o dia amplamente celebrado a nível global para aumentar o grau de conscientização sobre a redução do risco de desastres.

Este ano o foco do Dia Internacional para a Redução de Desastres (13 de Outubro) é sobre as pessoas idosas, incluindo as suas necessidades.

 

 

 

 

 

 

 

Inicio da temporada de raios na nossa região, fique atento e siga as orientações.

 
 

Dados dos últimos anos (2012/2013).

  • Guarujá  - mortes.. 2 - ranking 10 anos....2428 raios

  • Bertioga - mortes.. 2 - ranking 10 anos .... 893 raios

  • Santos   - mortes..1 - ranking 10 anos ....1360 raios

  • Cubatão - mortes 2 - ranking 10 anos ....1451 raios

  • São Vicente - mortes 1 - ranking 10 anos ....2370 raios

(fonte - inpe-CEPTEC)


praia do Guaiúba

 

Praia das Pitangueiras

RAIO

É uma descarga elétrica proveniente de uma nuvem de trovoada. Pode ocorrer, sem que haja chuva, pela eletrificação causada por colisão de cristais de gelo ou também nas nuvens de cinzas lançadas por um vulcão em erupção.

 

Cuidados fora de casa :

  • ABRIGUE-SE EM UMA CASA, EDIFÍCIO OU EM UMA INSTALAÇÃO SUBTERRÂNEA, COMO O METRÔ. CASO ESTEJA EM UM VEÍCULO, NÃO SAIA. FECHE OS VIDROS E NÃO ENCOSTE NAS PARTES METÁLICAS;

  • EVITE LUGARES ABERTOS, COMO ESTACIONAMENTOS, PRAIAS, CAMPOS DE FUTEBOL, ETC;

  • SE ESTIVER NO MAR, RIO, LAGO OU PISCINA, SAIA IMEDIATAMENTE; 

  • MANTENHA DISTÂNCIA DE OBJETOS ALTOS E ISOLADOS, COMO ÁRVORES, POSTES, QUIOSQUES, CAIXAS D'ÁGUA, ETC;

  • AFASTE-SE DE OBJETOS METÁLICOS GRANDES E EXPOSTOS, COMO TRATORES, ESCADAS, CERCAS DE ARAME, ETC; 

  • EVITE SOLTAR PIPAS E NÃO CARREGUE OBJETOS, CANOS E VARAS DE PESCA;

  • EVITE ANDAR DE BICICLETA, MOTOCICLETA OU A CAVALO; 

  • SE NÃO HOUVER NENHUM ABRIGO POR PERTO, FIQUE AGACHADO COM OS PÉS JUNTOS ATÉ A TEMPESTADE PASSAR. NÃO DEITE NO CHÃO.

Cuidados em casa durante a tempestade :

  • AFASTE-SE DE APARELHOS E OBJETOS LIGADOS A REDE ELÉTRICA, COMO TVS, GELADEIRAS E FOGÕES;

  • EVITE UTILIZAR O TELEFONE (A MENOS QUE SEJA SEM FIO OU CELULAR); 

  • AFASTE-SE DE JANELAS, TOMADAS, TORNEIRAS, CANOS ELÉTRICOS E EVITE TOMAR BANHO; 

Verdades sobre as tempestades:

  • AS DESCARGAS ELÉTRICAS ACONTECEM NA MAIORIA DOS TEMPORAIS; 

  • OS RAIOS SÃO MAIS COMUNS NO VERÃO, MAS PODEM OCORRER NO INVERNO; 

  • O RAIO PODE CAIR DUAS OU MAIS VEZES NO MESMO LUGAR E NORMALMENTE ATINGE O OBJETO MAIS ALTO DE UM DETERMINADO LOCAL; 

  • OS RAIOS PODEM MATAR.

FONTE - COORDENADORIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL - CEDEC
 

A Defesa Civil Municipal de Guarujá foi instituída pelo DECRETO MUNICÍPAL Nº 2.669 , DE 14/11/1979 alterado pelo DECRETO Nº 4566, DE 07/02/1991 ,  que reestrutura a Comissão Muncípal de Defesa Civil, aprova o Plano de Defesa Civil e o Plano de Auxilio Mútuo de Gaurujá - PAMG, com a finalidade de coordenar as medidas permanentes de proteção e defesa civil, , destinadas a prevenir as conseqüências nocivas de eventos desastrosos e a socorrer as populações das áreas atingidas por esses eventos.

Lei 12 608 - Institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil - PNPDEC; dispõe sobre o Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil - SINPDEC e o Conselho Nacional de Proteção e Defesa Civil - CONPDEC; autoriza a criação de sistema de informações e monitoramento de desastres; altera as Leis nºs 12.340, de 1o de dezembro de 2010, 10.257, de 10 de julho de 2001, 6.766, de 19 de dezembro de 1979, 8.239, de 4 de outubro de 1991, e 9.394, de 20 de dezembro de 1996; e dá outras providências.     

Missão

A missão da Defesa Civil é coordenar e supervisionar um conjunto de ações preventivas, de socorro, assistenciais e recuperativas destinadas a evitar desastres e minimizar seus impactos para a população e restabelecer a normalidade social.

Finalidade

Finalidade da Defesa Civil é promover a segurança global da população, em circunstancias de desastres naturais, humanos ou mistos.

Objetivo da Defesa Civil – É a redução dos desastres, que abrange os seguintes aspectos globais:

  • Prevenção de desastres
  • Mitigação dos riscos
  • Preparação para emergências e desastres
  • Respostas aos desastres
  • Reconstrução dos cenários atingidos

No mundo, as primeiras ações dirigidas para a defesa da população foram realizadas nos países envolvidos com a Segunda Guerra Mundial.

O primeiro país a preocupar-se com a segurança de sua população foi a Inglaterra que após os ataques sofridos entre 1940 e 1941 durante segunda guerra Mundial , quando foram lançadas toneladas de milhares de bombas sobre as principais cidades e centros industriais, causando milhares de perdas de vida na população civil, institui a CIVIL DEFENSE (Defesa Civil).

Hoje, em todo o mundo, a Defesa Civil, se organiza em sistemas abertos com a participação dos governos locais e a população no desencadeamento das ações preventivas e de resposta aos desastres

createsend.com/t/i-CFDD5C382D91C9EB